Nova plataforma

12/04/2017 às 18:30 | Assessoria CBF

Analistas de arbitragem concluem treinamento

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A utilização da nova plataforma da Comissão de Arbitragem da CBF, com dados estatísticos e imagens, para avaliação dos árbitros, já tem data para iniciar: 13 de maio, no início do Campeonato Brasileiro 2017. Nesta semana, os analistas que irão operar a ferramenta concluíram o programa de treinamento promovido pela CBF e pela Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF).

Nesta quarta-feira (12), durante a aula dos 25 analistas aprovados para a função, o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho, explicou sobre a nova plataforma.

– Será um novo protocolo de análise de desempenho. Teremos dois tipos de analistas: o de campo e o de TV, que usará a plataforma. A partir daí, vamos cruzar essas informações em uma central, que vai condensar essas duas análises feitas em um jogo e vai gerar, em 48 horas, o relatório daquele árbitro. A partir daí, ele terá informações do que precisará corrigir no próximo jogo. O objetivo maior é a gente ter um relatório final, quer individual ou coletivo, da arbitragem brasileira. Isso vai diminuir o tempo de corrigir algo – explicou Marinho.

Manoel Serapião, presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF), explicou a seleção dos analistas que utilizarão a nova plataforma.

– São ex-árbitros e ex-assessores, pessoas com experiências, que sabem olhar o jogo e atuação dos árbitros. Só que agora são duas plataformas diferentes. É o analista de vídeo, que vai ver pela televisão e marcar acertos e erros, contabilizando os cartões, as faltas, os impedimentos. E o analista de campo, que tem um formulário novo, que é o Radar (Relatório de Análise de Desempenho de Arbitragem), onde vai analisar também todas as ocorrências de campo. Depois o sistema nos dará um conceito final da arbitragem e até uma pontuação, que servirá para a gente analisar se ela está de acordo com o que foi escrito e com a opinião do analista para que, no fim, haja um encontro e uma calibragem dos trabalhos – disse Serapião.

Neste ano, a ferramenta será utilizada pela Arbitragem no Campeonato Brasileiro das Séries A e B. Em 2018, os árbitros da Copa do Brasil também receberão as análises. O objetivo da CBF é que a plataforma seja usada em todas as competições da entidade.

Leia mais

Nossos patrocinadores